Warcraft o filme – Review

DENTRO-POST

Eae mentais!
Como não poderia faltar na coluna de WoW do Canal Mental, está aqui o meu review do filme Warcraft!
Tudo o que está escrito neste post eu falei também neste vídeo, fiquei a vontade para ler o texto ou assistir ao vídeo, o conteúdo é o mesmo:

IMPORTANTE: Este review é a minha (Daniel) opinião sobre o filme, não a de todos os membros do site, digo isso porque as opiniões sobre este filme são bem controversas, vou explicar o porque.

Acho difícil alguém estar lendo este texto na coluna sobre WoW aqui no site e não saber do que se trata este filme, mas resumindo, Warcraft é o filme sobre o jogo de mesmo nome lançado pela Blizzard em 1994. Muita gente fala erradamente que é o “filme do World of Warcraft”, mas não, este filme conta a história do primeiro jogo, Warcraft 1. Eu sou fã desta franquia, mas isso não quer dizer que eu conheço tudo da história, eu comecei a jogar este jogo em 2011, o filme conta a história do primeiro jogo de 94, eu conhecia a história bem por cima, vários detalhes eu só fui conhecer no filme, apesar disso, todo o universo mostrado é muito familiar, mesmo para quem só jogou o jogo atualmente, as cidades, os personagens, pra quem é fã, o filme realmente está muito fiel ao jogo.

Agora você pode me perguntar, pô cara, mas me diz, o filme é bom?
Então, o filme é bom, mas está longe de ser perfeito, vou começar falando dos problemas. O filme tem alguns problemas que prejudicam bastante a compreensão da história, principalmente para quem não é fã. O Duncan Jones, diretor do filme, disse em uma entrevista que ele cortou 40 minutos da versão que está no cinema, isso parece assustador, mas é muito comum um filme ter várias cenas editadas e até deletadas antes da versão final, mas neste filme, claramente esta edição foi prejudicial, pra quem viu o filme sabe que o filme passa rápido de mais, pra quem é fã e já está familiarizado com os personagens e com a história ainda ok, mas pra quem não é fã é bem difícil entender 100% da história de primeira, e o pior, não dá tempo das pessoas se identificarem com os personagens e consequentemente se importarem com as coisas que acontecem. Lógico que isso vai da experiência de cada um, eu conheço pessoas que não são fãs e gostaram do filme de primeira, mas conheço muitas que reclamaram disto também, este pra mim é o maior problema do filme. Eles já anunciaram que vão lançar a versão estendida, tenho certeza que vai ser muito melhor do que a que foi para o cinema, o problema que os maiores prejudicados com essa correria toda foram os não-fãs e quem assiste versão estendida são só os fãs, então eu temo que muita gente fique perdida no meio do caminho. Talvez você se pergunte, porque eles fizeram isso? Se já tinham o filme pronto, não teriam gasto mais dinheiro se colocassem o filme de 40 a mais no cinemas, pra que estes cortes? Eles nunca vão admitir isso, mas isso é muito comum no cinema com filmes que são apostas como é Warcraft, é uma questão mercadológica, quando se faz um filme de 2h você pode fazer mais sessões em um único dia do que um filme de 3h, gerando assim mais lucro, a sessão que assisti no sábado, foi às 21h00, às 23h00 na mesma sala tinha outra sessão de Warcraft, isso só foi possível porque o filme tinha apenas 2h. Um filme como Vingadores por exemplo, é certo que vai dar lucro, então eles podem colocar 3h sem medo, agora Warcraft é uma aposta.

01_diretor

Duncan Jones – Diretor do filme Warcraft

Pra mim o problema do filme foi este, agora o que nenhum fã pode reclamar é da fidelidade e respeito que eles tiveram com o jogo, com os personagens e com o mundo, tecnicamente o filme é muito bom, os CGs estão extremamente bem feitos, os orcs estão tão perfeitos que você acredita que eles existem mesmo, é impressionante o trabalho que eles conseguiram fazer. Acho que o medo de todos os fãs quando falaram que fariam um filme live action do Warcraft eram como ficariam as raças, porque em Warcraft os traços são bem cartoonescos e exagerados, e eles conseguiram fazer muito bem, especialmente os orcs. Eu jogo na Aliança, tinha tudo para gostar mais dos personagens da minha facção, mas não tem como, os melhores personagens do filme pra mim são os do lado da Horda, desde o vilão, até os herois. O que me impressionou mais ainda foi como eles conseguiram dar expressão nos orcs, eu não sei dizer o quanto os atores que fizeram a captura de movimento influenciam e o quando foi trabalho dos artistas que criaram as CGs, mas ficou incrível! O melhor personagem do filme pra mim é o Durotan, logo de cara quando da aquele close na cara dele é de cair o queixo, da pra ver textura, poros na pele, defeitos e o mais impressionante são as emoções mesmo, a cara que ele faz quando o filho dele nasce logo após eles cruzarem o portal, é muito foda! O Gul’Dan também ficou muito bom, o Ogrin, BlackHand, todos, os orcs são os melhores personagens deste filme. Em questão de personagens tiveram três coisas que não gostei, os elfos não ficaram legais, achei que dava pra caprichar mais, as orelhas ficaram falsas, não ficou bom, acho que eles mesmo sabiam disso e nem deram muitos closes em elfos neste filme. Também não gostei do Ben Foster como Mediv, achei ele sem expressão, não sei se era um direção ele ser daquele jeito frio o tempo todo, mas eu achei muito fraca a atuação dele, e a Garona está legal, mas aqueles dentinhos ficaram estranho também, não sei se porque os outros orcs são todos em CG e ela que é uma mestiça foi feita com maquiagem e não casou, mas acho que daria pra ficar melhor. O restante dos personagens da Aliança eu gostei, principalmente o Lothar e o Hadgar, o Lothar tem cara mesmo de protagonista, pra mim o Travis Fimmel mandou bem pra caramba e o Hadgar gostei bastante da atuação Ben Schnetzer, eu olho pra ele e acredito mesmo que ele é o Hadgar que a gente vê no jogo mais novo, ele tem o mesmo porte físico do Hadgar, ficou muito bom!

Close no Durotan no início do filme.

Close no Durotan no início do filme.

Outra coisa que gostei foi a trilha sonora, eu como fã já tinha ouvido ela antes do filme o que me ajudou a me familiarizar com as músicas mais fácil, mas eu gostei, elas me surpreenderam bastante, eu pensei que eles usariam as músicas do jogo, mas eles criaram músicas novas com algumas pequenas referências as músicas do jogo, mas as músicas tem o espírito de Warcraft, quem joga se sentiu “em casa” mesmo sem nunca ter ouvido as músicas do filme. Vou deixar a baixo a playlist da trilha sonora para quem tiver interesse em ouvir:

Uma das melhores coisas do filme são os locais, como estão iguais ao jogo e as coisas que eles mudaram estão até mais bonitas, Altaforja o pouco que mostrou está idêntico, VentoBravo, está maior do que no jogo, mas é totalmente a cara de VentoBravo, os rios cortando a cidade com as pontes, as casas a igreja no centro, perfeito! Dalaram ficou muito legal também. As magias ficaram muito legais, a ilustrações das magias boas e ruins com as cores azul e verde ficaram boas, ficou bem claro pra quem estava assistindo. Uma coisa que eles mudaram, mas ficou melhor do que no jogo foram os portais de Mago, ficou muito foda. – Blizzard, já prepara um patch ai, que os portais de Mage agora tem que ser daquele jeito! – Foi muito legal ver o Lothar pegando o grifo e indo pra Viladouro, qualquer um que joga na Aliança já fez esse trajeto alguma vez na vida, se tem uma coisa que nenhum fã pode reclamar é da fidelidade, Warcrarft é isso!

Cidade de VentoBravo no filme, isso é Warcraft!

Cidade de VentoBravo no filme, isso é Warcraft!

Pra finalizar e dar meu veredito aqui, não tem como comparar a experiência de um crítico de cinema, que nunca ouviu falar de Warcraft na vida e nunca jogou um RPG na vida com um fã, este filme foi totalmente feito para os fãs, só quem é fã sente a emoção de ver um Murloc na floresta, um mago transformando o guarda em ovelha, em ver o grifo pousando no lugar certinho do ponto de voo em VentoBravo. Na primeira vez que eu assisti eu não tinha percebido, só fui ver na outra vez que vi que uma hora aparece o Grommash! Com a Gorehowl o machado clássico dele na mão, quando eu vi ele eu pensei caraaaaaaaaaaaaaaca o Grommash, já pro crítico e pra quem não é fã olhou aquilo e pensou “mais um orc figurante”. Então eu compreendo as críticas, entendo os problemas como falei no início do texto, mas eu gostei do filme, como fã, com a experiência que tive assistindo, esse filme pra mim é nota 8, pensando nele pra quem não conhece nada da história ele deixou a desejar, você precisa ir ver mais de uma vez pra entender tudo o que acontece porque ele é muito frenético, mas não posso contar com isso, tenho que pensar em quem vai o filme uma única vez e neste caso ele é nota 6, o que no final da uma média de 7, acho uma nota justa pra esse filme.
Pra você que é fã, principalmente você que joga e não viu o filme ainda, toma vergonha nessa cara, vei ver esse filme, pega o dia de promoção e vai ver, coloca esses seus seguidores da guarnição pra trabalhar, paga a mensalidade do WoW com gold e vai assistir esse filme! Pra quem não é fã, mas gosta do estilo fantasia, gosta de RPG medieval, vale sim o ingresso, talvez você não entenda tudo, mas vão ser duas horas divertidas no cinema.

Sobre Spacof

Hobby: Web e Gráfico Designer / Profissão: Paladino pela Aliança
Adicionar a favoritos link permanente.
  • Danilo Bassi

    ExataFUCKINGmente o que eu penso, não tem o que tirar, nem por.

    • Daniel Spacof

      Ai Danilo <3